Praça do Giraldo

A principal praça da cidade desde os tempos imperiais, nela existiu um grande arco do triunfo romano que desapareceu para não obstruir a visão da igreja de Sto. Antão em 1570. Sofreu muitas modificações ao longo dos séculos, uma das mais infelizes foi entre 1894 e 1903 quando foi vendido o edifício dos Paços do Conselho de estilo gótico, manuelino, mudéjar (1497-1505), bem como o edifício contíguo (antiga cadeia) ao Banco de Portugal, onde este construiu a sua agência. A praça tinha também um pelourinho destruído em 1857.

Fonte da Praça do Geraldo

Foi construída no reinado de D. Sebastião onde existiu até 1570 um volumoso Arco Triunfal Romano. O bloco central da fonte de mármore branco de Estremoz, entrou na cidade a 6 de Novembro de 1571, tendo que se romper uma ombreira da Porta da Lagoa para poder passar. Tem uma coroa em cima que mereceu a atenção e comentários de Filipe III de Espanha, segundo de Portugal. O número de bicas da fonte coincide com o número de ruas de acesso a esta praça.

Fonte: Espanca, Túlio – Inventário Artístico de Portugal: Concelho de Évora – Academia Nacional de Belas Artes, Lisboa 1966

Coordenadas GPS: 38°34'15.6"N 7°54'34.6"W

Local do carimbo:

Posto de Turismo

Praça do Giraldo, nº 73

Inverno: de 1 Novembro a 31 Março, das 9h às ​18h;
Verão: de 1 de Abril a 31 de Outubro, das 9h às 19h. Aberto todos os dias, incluindo fins-de-semana e feriados, exceto o 25 Abril, 1 Maio, 25 Dezembro e 1 Janeiro.​​

Copyright © 2024 Portuguese Memories. - Powered by Modular & Cazulodesigners